Treinamento de Base

Quanto mais firme e bem planejada a base de qualquer estrutura, as chances da mesma manter-se bem por muito tempo são maiores. A família é a base, tem que ter educação de base, um dos pilares de um bom relacionamento amoroso também depende de uma base.

Enfim, a vida é construída e regida por um alicerce, denominado base. Na corrida não é diferente, todos corredores devem passar por essa fase e tê-la como primordial para o bom andamento da sua temporada.

Minha afirmação sobre essa fase de treinamento não isenta a importância de se treinar durante todo o ano, mas essa época do ano é a ideal para focar nesse alicerce que o conduzirá a bons resultados.

O treinamento de base foca o volume de treino de forma gradual e cautelar, preparando o indivíduo física e mentalmente para encarar os desafios propostos. Devemos nesse período dar ênfase na resistência, fortalecimento muscular, trabalho aeróbio, educativos e algumas correções/ajustes, para, só depois, adicionar intensidade aos treinos, direcionando para os objetivos individuais.  A questão mental desse tipo de treinamento é a conscientização da importância da execução técnica mais próximas do “perfeito”, a mudança dos ambientes de treino, utilizando lugares incomuns gerando assim um animo ainda maior.

 

alicerce

O mês de janeiro é escolhido devido ao baixo número de competições e onde encontramos os alunos um pouco mais descansados devido ao período de férias, é quando também alguns se distanciaram dos treinamentos e devem retornar acima do peso e do condicionamento desejado.

Para atletas de alto rendimento esse período varia de 9 a 12 semanas, chegando a uma carga de até 2 dias OFF na semana e treinos que podem se estender a dois períodos por dia. Vamos realizar a base por 4 ou 5 semanas(dependerá dos resultados) e buscar nesse período criar um alicerce visando não somente rendimento, mas acima de tudo qualidade de vida, cumprimento dos desafios planejados e um menor índice de lesões durante o ano.

Realizaremos na nossa base:

SEGUNDAS E QUARTAS – Treinos Funcionais – Respiração / Fortalecimento

TERÇAS E QUINTAS – Rodagens leves com aumento de volume, grupos com paces parecidos

SEXTAS – OFF

SÁBADOS – Rodagens na USP – Aumento do volume – Hidratação

DOMINGOS – Rodagens leves e intervalados / Alguns OFF

 

Em todo o período do treinamento é necessário disciplina e assiduidade, na base ainda mais, isso ocorre pelo fato de que os treinos seguintes dependerão dos pré-requisitos, ou seja, uma sequencia no treinamento lhe trará resultados melhores e mais satisfatórios.

 

No próximo domingo (03/01/2016) sua planilha já estará disponível e no dia 04 de janeiro retornaremos aos treinamentos com muitas novidades.

Dizer não ao treinamento de base pode acarretar fadiga antecipada, aumentar o risco de lesões, dentre outros incômodos. Seja consciente, mentalize uma temporada sem surpresas desagradáveis pelo caminho, se imagine em momentos de prazer obtendo suas marcas pessoais, seja inteligente, faça a base!

 

HARD

 

 

Marcelo Avelar